Para o ISVOR, o futuro não é uma continuidade do presente, logo,
precisa ser criado. Cocriado.