Para o ISVOR, o futuro não é uma continuidade do presente, logo,
precisa ser criado. Cocriado.
       
       

Manifesto

Que tempos são estes que estamos vivendo? E que novos tempos hão de vir?

Certezas, nem nós, nem ninguém pode ter. Mas, algumas pistas existem, e estas nos mostram que os tempos de saberes consolidados e imutáveis se foram. O que se designou como era moderna está dando adeus, quando as economias eram locais, centradas em processos industriais de massa, a competitividade se dava através do menor preço e nenhuma ou quase nenhuma variedade de produtos era demandada, a centralidade do trabalho era absoluta na definição das identidades sociais e também subjetivas e quando a gestão das empresas estava focada nos custos e nos cargos e salários.


Hoje, com a velocidade das transformações tecnológicas, com a emergência da virtualidade dos contatos e das relações sociais, com a eminência de uma sociedade de consumo, com a premência da criação de inovações em negócios novos e novos mercados, com a necessidade de implementação de processos ambientalmente sustentáveis e o estabelecimento de uma economia com bases globais, novos, constantes e complexos desafios se impõem à gestão empresarial. A dimensão estratégica ascende e a gestão de competências desponta como indicadores dos caminhos a serem seguidos.


Para o ISVOR, a educação corporativa é um sistema vivo de formação de pessoas protagonistas de suas carreiras, capazes de realizar as transformações necessárias para a viabilização das estratégias de negócio, de maneira sustentável. Acreditamos em um processo de formação contínua, que expõe o indivíduo a conhecimentos e experiências diversas, valorizando sua capacidade de sonhar, imaginar e criar. Propomos a ética, a diversidade e a colaboração como valores capazes de garantir a contínua construção do novo.